Museu da Emigração Açoreana


Emigração Açoriana

A emigração caracterizou historicamente a vida portuguesa e, desenhou de forma incontornável a personalidade das ilhas.

A emigração caracterizou historicamente a vida portuguesa e, desenhou de forma incontornável a personalidade das ilhas.

A origem da emigração açoriana estará, porventura, nos primórdios do povoamento, de acordo com o que apontam os investigadores. O seu carácter sistemático remonta, porém, ao século XVII.
Foram cinco os grandes destinos da emigração açoriana: Brasil, Estados Unidos, Bermudas, Hawaii e Canadá.

A primeira emigração com características sistemáticas foi com destino ao Brasil, nomeadamente para o Sul do Brasil, em 1847, com a saída de cerca de seis mil pessoas. A emigração para este país foi variável, após este período, verificou-se um grande fluxo migratório em finais do século XIX, início e metade de do século XX para os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Os Estados Unidos surgiram como segundo destino em termos cronológicos, na segunda metade do século XVIII, porém só em meados do século XIX, o podemos considerar como um destino efectivo e preferencial.

As Bermudas foram o terceiro grande destino da emigração açoriana. O ano de 1849 marca o início da emigração dos Açores para este arquipélago do Atlântico Norte. Se relativamente aos outros destinos, a maioria dos emigrantes eram oriundos de todas as ilhas dos Açores, no caso das Bermudas, são maioritariamente micaelenses.

O Hawaii, actual estado do pacífico dos Estados Unidos, foi em finais do século XIX um destino para muitos açorianos. As condições de vida no arquipélago e a crise económica da época, provocada pelo declínio da produção de laranja e consequente diminuição do comércio, levaram a que muitos açorianos seguissem viagem rumo  ao Hawaii, onde as condições de trabalho oferecidas eram atractivas. Este surgiu como um pólo de atracão, apesar dos condicionalismos de ordem geográfica e cultural, principalmente para a população da ilha São Miguel.

O Canadá foi o último grande destino de emigração dos açorianos. A emigração sistemática data de 1953 e só foi possível após a assinatura de acordos bilaterais entre Portugal e o Canadá, sobre a entrada de emigrantes naquele país. Apesar desta ser uma emigração muito recente, o número de açorianos que emigraram foi elevado.

Através do quadro, verificamos que a emigração do arquipélago registou números elevados, nomeadamente para os Estados Unidos, Canadá e Bermuda, entre as décadas de 60 até aos nossos dias.

 

filepage3

 

Related Works.

Loading

AZOREAN EMIGRATION IN BRAZIL

AZOREAN EMIGRATION IN BRAZIL